Como o Seguro de Vida Pode Ajudar no Processo de Sucessão Patrimonial?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

A maioria das pessoas que possuem algum patrimônio se preocupam sobre como será feita a sucessão de seus bens. A sucessão patrimonial é uma forma de garantir que bens sejam transmitidos para os herdeiros e é bastante simples, desde que você conte com um bom planejamento sucessório. Saiba agora, como o Seguro de Vida pode ajudar nesse processo.

As características do Seguro de Vida

Uma das principais características do Seguro de Vida é garantir para um ou mais beneficiários, uma indenização para cobrir determinados custos tais como, inventário, despesas funerais e claro, despesas com sucessão patrimonial.

Outros benefícios de usar o Seguro de Vida como garantidor de capital para essas despesas é que o benefício é impenhorável, isso é, o valor do capital no sofre interferência de eventuais processos judiciais.

Além disso o Seguro de Vida é isento de Imposto de Renda, pois de acordo com o art. 794 do Código Civil (CC) não é considerado herança.

Como o Seguro de Vida Pode Ajudar no Processo de Sucessão Patrimonial?

De forma direta o valor da indenização do Seguro de Vida pode ser usado pelos herdeiros para custear os gastos com inventário, despesas cartoriais e de transferência, contudo é nesse ponto que muitas pessoas que estão realizando o processo de sucessão patrimonial sozinhas erram: elas não mensuram de forma adequada o valor do capital a ser segurado e, muitas  vezes asseguram um valor inferior ao total necessário, nesse caso o capital acaba não sendo insuficiente para arcar  com todas as despesas e os herdeiros muitas vezes precisam arcar com um dinheiro que não tem no momento, endividando-se.

Por que contar com uma consultoria em proteção financeira e sucessão patrimonial?

Em se tratando de um assunto de extrema importância como esse, e sabendo que os eventuais erros na mensuração de capital podem gerar problemas financeiros para os herdeiros, contar com uma consultoria em proteção financeira e sucessão patrimonial é essencial.

O processo de consultoria conta com 3 fases, são elas:

  1. Identificação e mapeamento do patrimônio, receitas, despesas fixas e eventuais despesas futuras (tais como, faculdade dos filhos);
  2. Análise dos dados coletados e definição de quais produtos e serviços serão usados para compor o Plano de Proteção Financeira e Sucessão Patrimonial. Na composição desses planos em geral estão recomendadas a contratação de seguros, previdência e demais métodos de proteção financeira e mitigação de risco.
  3. Apresentação do Plano de Proteção Financeira e Sucessão Patrimonial ao cliente, com as recomendações dos produtos e serviços para a contratação e detalhes técnicos do processo.

Quem são os profissionais mais indicados para realizar o processo de consultoria?

Como já mencionamos, a realização do processo de consultoria adequado é de extrema importância, portando deve ser feito por profissionais capacitados para tal.

A Vale Ter Seguros conta com Corretores Especialistas no segmento de Seguro de Pessoas e Previdência Complementar para realizar esse processo e caso você tenha interesse em solicitar uma consultoria, basta clicar aqui e agendar um horário para uma consultoria ou simulação de seguro de vida.

Leia também