Como Declarar Plano de Saúde no Imposto de Renda?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Na declaração completa de imposto de renda, despesas com Planos de Saúde, seja da modalidade individual ou empresarial são dedutíveis e precisam ser declaradas.  Porém é necessário ficar atento a regras específicas caso a caso, então leia até o final e confira como declarar despesas com saúde suplementar no imposto de renda.

Como declarar os gastos com Plano de Saúde no IR?

As despesas decorrentes de Planos de Saúde devem ser informadas no campo “Pagamentos Efetuados”, com o código 26. Nesse campo é necessário informar:

  • Nome da operadora/seguradora de saúde;
  • CNPJ da operadora/seguradora de saúde;
  • Valor total pago;
  • Parcela reembolsada e não dedutível;

Também é necessário informar se essa despesa se refere ao seu próprio Plano de Saúde ou ao plano de um dependente ou alimentando.

O software de declaração de imposto de renda também disponibiliza a opção de importar a declaração enviada pela operadora/seguradora de saúde o que pode agilizar bastante o seu trabalho, essa opção pode ser usada clicando no botão “Importar Arquivo do Plano de Saúde”.

E Como Titular de Plano de Saúde Empresarial, Como Declaro?

Se você é titular de um Plano de Saúde Empresarial e com coparticipação precisa ficar atento pois, nos casos em que a empresa arca com um percentual e o titular com outra parte, acrescida da coparticipação, a parcela dedutível de imposto de renda é somente aquela que efetivamente sai do bolso do contribuinte. O valor de responsabilidade da empresa deve ser subtraído antes do lançamento no sistema.

Também é necessário lembrar que se seu Plano de Saúde conta com reembolso, os valores referentes ao mesmo não são dedutíveis. Esses valores de reembolso não devem constar no campo referente a despesas com Plano de Saúde e sim no que se refere ao procedimento em si, da seguinte forma:

  • Nome do prestador de serviço;
  • CNPJ/CPF do prestador de serviço;
  • Valor total pago;
  • Valor da parcela reembolsada, no campo “parcela não dedutível/valor reembolsado”.

Para Evitar Cair na Malha Fina…

Para evitar problemas com a Receita Federal, todas as despesas dedutíveis declaradas precisam ser comprovadas, por isso é imprescindível que os comprovantes sejam armazenados por, no mínimo, 5 anos contando a partir do ano seguinte a sua declaração. Por exemplo declarações de 2020 devem ter seus comprovantes de despesas dedutíveis armazenados até 2026.

Também é necessário prestar atenção ao deduzir as despesas com Plano de Saúde de dependentes, pois muitas vezes o seu dependente no Plano de Saúde não é dependente no imposto de renda. Isso pode acontecer por exemplo quando seu cônjuge, pai ou filho são seus dependentes no plano de saúde, porém declaram imposto de renda em separado.

Apenas despesas com plano de saúde de pessoas que sejam suas dependentes na declaração podem ser lançadas. Despesa de plano de saúde feitos em nome de pessoas que não sejam seus dependentes na declaração devem ser subtraídos do valor declarado.

Se você gostou do conteúdo não se esqueça de compartilhar. E se precisa de contratar um Plano de Saúde Empresarial ou Individual em Belo Horizonte e Região Metropolitana, clique aqui e fale conosco!

Leia também

Seguro de Vida Devo Contratar

Seguro de Vida: Devo Contratar?

Poucas pessoas sabem que o Seguro de Vida pode contemplar diversas coberturas que você, segurado, pode utilizar durante a vida. Isso acontece